Facebook | Contactos |
Newsletter
Newsletter
DANS LE RÔLE

Uma exposição para quebrar o estigma da doença mental.

 

Foi inaugurada no passado dia 21 de novembro, no Museu São João de Deus, a exposição Dans le Rôle, que pretende mesclar a arte profissional com a arte de utentes do atelier ExperimentAR.TE da Casa de Saúde do Telhal.

O estigma em torno da saúde mental continua, de uma forma geral, a ser a barreira invisível que mais tolhe a capacidade de integração destes utentes na sociedade. Num mar de incompreensão, a arte pode mesmo ser o veículo mais eficaz e ambivalente, funcionando tanto ao nível da necessidade de expressão pessoal como da valorização por parte da sociedade. É com estes ideais em mente que a Casa de Saúde do Telhal, juntamente com a associação P28, transformam o projeto ExperimentAR.TE numa exposição aberta ao público.

A exposição Dans le Rôle compreende as produções plásticas de artistas profissionais e de doentes de saúde mental da Casa de Saúde do Telhal, num projeto que conta com curadoria de Sandro Resende, da associação P28, que aposta numa ação de responsabilidade social direcionada para a doença mental.

Maria João Moreira, coordenadora do projeto ExperimentAR.TE, sublinha que “o grande objetivo é combater o estigma da doença mental” embora existam duas valências neste esforço: “o ContagiAR.TE, cujo trabalho é feito neste campo, no contacto com a sociedade, com a comunidade envolvente, fora da instituição, para combate ao estigma; e o ExpressAR.TE que tem, entre outras atividades um atelier de arte, onde esses utentes já pintam há anos”.

A psicóloga, que descreve a parceria com Sandro Resende como “muito feliz”, indica que o desafio foi mostrar o talento das pessoas “a quem está lá fora”, sem fazer distinção entre utentes e artistas profissionais. “São 19 utentes que sempre permaneceram até ao final, trabalhando arduamente, acreditando no seu projeto, insistindo”, revela, explicando que estas pessoas “têm necessidade de criar” e que, desta forma, conseguem “comunicar com o exterior, serem vistos pelo exterior”.

A exposição está em exibição até ao dia 31 de janeiro e pode ser visitada gratuitamente de segunda a sexta das 9 às 17 horas. Nos fins de semana e feriados a exposição pode ser visitada com marcação prévia.

Fonte: Notícias ao Minuto online http://www.pt.cision.com/s/?l=7521ba9c
yoast seo premium free