Facebook | Contactos |
Newsletter
Newsletter

Voluntariado

.

Qual é o seu forte?

Seja qual for o seu forte, encontrará no Instituto S. João de Deus o espaço para poder potenciá-lo.

Para já, obrigado por ousar ser diferente, por ter a coragem de arriscar de si em função dos outros! No Instituto S. João de Deus acreditamos que, ao desenvolver o seu projeto de voluntariado, valorizamos o seu forte! Connosco é possível descobrir a Hospitalidade como valor essencial à vida, ao jeito de S. João de Deus.

Que o seu forte deixe a marca da amizade junto dos utentes, a da estima junto dos colegas e colaboradores e a da hospitalidade em si próprio.

Para informações sobre os projetos de voluntariado contacte: susana.queiroga@isjd.pt ou pelo telefone 217213300.

TESTEMUNHOS

  • Sou voluntária porque tive aqui um filho internado com uma depressão, e todos os dias o vinha ver e falava sempre com os enfermeiros e médicos acerca dele. Fui-me habituando à Casa de Saúde, quer com os profissionais, quer com os utentes. Depois, quando o meu filho foi embora, tive um convite do enfermeiro Nicolau, para fazer voluntariado. Aceitei. E hoje posso dizer que estou realizada, que isto aqui, a Casa de Saúde, é como se fosse a minha segunda casa.
    Deolinda Nóbrega Teixeira Perfeito
  • O que me levou a ser voluntária foi a vontade de colaborar na melhoria das condições de vida de outros irmãos (que não familiares, amigos, pessoas com quem normalmente trabalho), partilhando aquilo que pratico e que resulta em crescimento e bem-estar a todos os níveis. A Casa de Saúde contactou-me referindo o voluntariado e eu, que já tinha tentado fazer voluntariado com crianças e jovens, aceitei. Senti que algo me chamava para aqui, exatamente porque não me sentia muito confortável com a doença mental, especialmente a profunda. Comecei por trabalhar com utentes de Alcoologia e com os Colaboradores da casa, aos primeiros falando de “atitude espiritual” (coisas simples) e mini-sessões de relaxamento com os colaboradores, dando aulas de yoga. A presença na instituição e o trabalho com o yoga permite também trabalhar a energia da instituição com impacto positivo para todos. Como testemunho, posso dizer que a “abertura”, a “curiosidade” e o “interesse” de alguns utentes com quem me vou cruzando me tem cativado e já propus uma alteração ao meu projeto para fazer sessões com mantras, meditações simples e relaxamento com utentes.
    Ana Isabel Teixeira de Freitas
  • Ao visitar estes doentes que após uma vida de trabalho e labuta vêem-se num silêncio em que estão sujeitos aos desígnios da vida, lembra-me o silêncio de Jesus que se sujeitou às injúrias e abandono de quem ele mais procurava amizade, dos seus amigos. Aprendo com eles a ser mais humana e também vou feliz da forma como os profissionais tratam todos os utentes.
    Marinha Costa

Formulário de Voluntariado

yoast seo premium free