Facebook | Contactos |
Newsletter
Newsletter

Voluntariado

.

Qual é o seu forte?

Seja qual for o seu forte, encontrará no Instituto S. João de Deus o espaço para poder potenciá-lo.

Para já, obrigado por ousar ser diferente, por ter a coragem de arriscar de si em função dos outros! No Instituto S. João de Deus acreditamos que, ao desenvolver o seu projeto de voluntariado, valorizamos o seu forte! Connosco é possível descobrir a Hospitalidade como valor essencial à vida, ao jeito de S. João de Deus.

Que o seu forte deixe a marca da amizade junto dos utentes, a da estima junto dos colegas e colaboradores e a da hospitalidade em si próprio.

Para informações sobre os projetos de voluntariado contacte: susana.queiroga@isjd.pt ou pelo telefone 217213300.

TESTEMUNHOS

  • Possuímos o que damos. De acordo com o apóstolo Paulo (Atos,20.35) “É mais bem-aventurado dar do que receber”. Assim sendo, poder contribuir, mesmo com pouco que seja, para a saúde integral dos doentes da casa de Saúde S. João de Deus é para mim uma honra. São os pequenos gestos de solidariedade que possamos oferecer que nos enriquecem. E, esse enriquecimento, passa muito também, pela chamada de atenção que a situação de doença destas pessoas nos trás, alertando-nos para a necessidade de vigilância constante, dos nossos pensamentos e ações diárias, pois é muito fácil adoecer, face aos conflitos externos e internos que se nos apresentam, os quais deveremos aprender a lidar e solucionar. Aprender a viver com Confiança, Fé, Esperança Bom ânimo e Alegria  é o grande desafio de todos nós. Dar as mãos para que possamos aprender e crescer juntos é a solução.
    Teresa Andrade
  • Ser Voluntário no Hospital S. João de Deus é das experiências mais gratificantes alguma vez por mim vivida. Ser Voluntário nesta Instituição é descobrirmos uma forma de cuidar e de amar cada um daqueles que ajudamos. Aqui, descubro e aprendo a cada dia uma coisa nova, descobri a vida! É um lugar de afetos e de carinho, onde entre uma gargalhada com um doente, um abraço sentido e um sorriso rasgado, esquecemos por momentos porque cada um deles está ali. Pertencer a esta família hospitaleira é para mim uma honra, uma experiência única, onde cada doente é levado no coração para casa. Já foram muitas pessoas, mas de nenhuma delas me esquecerei, porque levarei comigo bons momentos de pura felicidade com cada uma delas.
    João Borralho
  • Ao visitar estes doentes que após uma vida de trabalho e labuta vêem-se num silêncio em que estão sujeitos aos desígnios da vida, lembra-me o silêncio de Jesus que se sujeitou às injúrias e abandono de quem ele mais procurava amizade, dos seus amigos. Aprendo com eles a ser mais humana e também vou feliz da forma como os profissionais tratam todos os utentes.
    Marinha Costa

Formulário de Voluntariado

yoast seo premium free